Notícias

Prefeitura de Igreja Nova - Notícias - Saúde

7º Conferência Municipal da Saúde

Publicação: sábado, 13 de abril de 2019

A Secretaria Municipal de Saúde e o Conselho Municipal de Saúde de Igreja Nova realizaram, nesta quinta-feira (11), a 7º Conferência Municipal de Saúde, com o tema Democracia e Saúde: Saúde como direito, consolidação e financiamento do SUS. O dia foi de aprendizado e debate para a proposição de políticas públicas que permitam a efetivação do SUS de modo que atenda as necessidades dos cidadãos. Na programação do evento, uma palestra com o professor doutor da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Diego Souza; eleição de delegados para representar o município na etapa estadual e a escolha das ações e atividades que poderão constar do planejamento da saúde municipal para os próximos quatro anos.

A Conferência foi aberta pelo presidente do Conselho Municipal de Saúde, José Elisio Filho, que ressaltou a importância do momento como uma oportunidade democrática de contribuição para a melhoria da política pública de saúde. Na mesa de honra, a prefeita Vera Dantas, o vice-prefeito, Manoel Mateus; a secretária de Saúde, Mônica Dantas; o presidente do Conselho Estadual de Saúde, Jordeval Soares de Moraes; a representante dos movimentos sociais e da igreja católica, Janete Oliveira; a representante dos trabalhadores da saúde, Silvana Porangaba; o representante da classe de médicos e ex-secretário de Saúde, Eduardo Arruda; o conselheiro estadual de Saúde, Wellignton Diniz; o presidente da Câmara de Vereadores, Alando Lima, e os vereadores Cidário dos Santos, Názio da Silva, Marivaldo da Silva, Manoel Messias, Genaldo Borges e Damião Lázaro.

A secretaria de Saúde, Mônica Dantas, explicou a metodologia de trabalho e falou das lutas e conquistas em dois anos de gestão. “Tivemos muitas conquistas e realizações: reduzimos a mortalidade infantil em 80%, aumentamos todos os índices da estratégia de saúde da família, chegamos a 86% dos indicadores de saúde do Estado, que mede a qualidade dos serviços; trouxemos uma grande gama de especialistas, levamos saúde até as comunidades rurais com o Saúde Presente na Comunidade...” e anunciou ações para este ano: “ vamos entregar mais três ambulâncias, para atender os povoados; no dia 16 de maio teremos  a inauguração de três postos de apoio nos povoados São José, Serraria e Olho D’água do Taboado; vamos adquirir novos carros para o PSF; faremos um Saúde Presente na Comunidade muito maior”.

A prefeita Vera Dantas lembrou que, ao assumir a Prefeitura, a Secretaria de Saúde estava com inúmeras deficiências e destacou que trabalha para prestar um melhor serviço. “Não vou dizer que hoje está tudo bem, mas a gente luta para dar ao povo, aos mais simples, que precisam do SUS, o melhor que temos, e o povo de Igreja Nova merece o melhor.”

Para representar o município na Conferência Estadual, agendada para o mês de junho deste ano, foram eleitos 4 delegados : Janete de Oliveira Santos e Marleide Barbosa, representando o segmento usuários; Silvana Torres Porangaba, representando os trabalhadores da saúde; e Josiene dos Santos Soares, pelo segmento gestor público.

Em âmbito nacional, este ano será realizada a 16º Conferência Nacional de Saúde e o tema “Democracia e Saúde: Saúde como direito, consolidação e financiamento do SUS” propõe revisitar os princípios que deram origem ao Sistema Único de Saúde. Ela traz os mesmos questionamentos que a 8º Conferência Nacional, de 1986, que deu origem ao SUS. Segundo o professor doutor da UFAL, Diego Souza, a saúde vive hoje um momento muito parecido com o da década de 80, e é preciso voltar as origens para garantir a manutenção dos direitos já conquistados.

SECOM

GALERIA DE FOTOS

MATERIAS RELACIONADAS